17 março, 2006

Galo.....finalmente uma resposta

Não tenho publicado nada por falta de tempo mas isto tinha que vir aqui registar:

Na quarta-feira fomos a outra consulta com a Carolina sobre o galito na testa. Apesar do atraso da Drª M. (45m.) gostei imenso dela e principalmente das explicações que me deu. Confirmou que se trata de um hemoangioma (uma malformação vascular congénita), que felizmente se encontra bem situado numa zona que não permite o contacto com o cerebro, segundo ela se estivesse situado na direcção do nariz (meio da testa) ou acima da testa poderia ser perigoso. Viu a eco mas esta não revelava o conteúdo, que pode ser só sangue ou ter uns quistos, disse-me ainda que este hemoagioma se enconta em grau 0, não é nada grave, não há a possibilidade de ser maligno.

Até aos 4 anos não se vai fazer nada, uma vez que só com essa idade é que se encontra estabilizado, até lá poderá crescer ou desaparecer, nessa altura independentemente de ter desaparecido ou não quer vê-la, porque aquilo nunca é só o que está à vista, existe uma parte interior.Fará uma nova eco com uma médica recomendada por ela , e depois mediante os resultados vê se há ou não necessidade de tirar.

Até lá deu-me os cuidados a ter com o local: Evitar que ela bata com o local, se acontecer e eventualmente sangrar pressionar ligeiramente até estancar e por gelo, não lavar a cara com água quente, o calor faz dilatar e pode aumentar de tamanho, o que pode acontecer também durante o Verão devido ao aumento das temperaturas, usar sempre um chapelinho para evitar o sol naquela zona e na praia usar ecran total (que já usava).

No caso de crescer muito, acontecer alguma situação que me cause dúvidas deu-me os contacto onde a posso encontrar além daquela clinica, até lá aconselhou-me a não me preocupar e esquecer que aquilo ali está.

1 comentário:

Mamã trintona disse...

Pelo menos já tiveste alguma resposta às tuas dúvidas.
A médica tem toda a razão. Esses altos na cabeça, tal como os sinais que possamos ter no corpo, nunca são só o que está à vista. Eu sei por experiência própria. Quando tinha aí uns 15 anos fui tirar um sinal que tinha na barriga (porque me incomodava e estava a crescer) e posso-te assegurar que o que estava por dentro era bem maior do que o que estava à vista.
Há cerca de 3 anos, tirei 2 quistos da cabeça que também era mais o que não se via do que o que se via.
Mas se a médica disse que não era nada de preocupante só tens mesmo é que vigiá-la para que não bata com a cabeça pois é doloroso quando isso acontece.
Joquinhas
Sofia